O Município: Histórico | Localização | Hospedagem | Gastronomia | Pontos Turísticos | Legislação
 

DIAMANTINA SE PREPARA PARA A FESTA DO DIVINO DE 2010

  A Festa do Divino Espírito Santo - ou Festa de Pentecostes - é uma das mais antigas tradições religiosa, folclórica, cultural e artística de Diamantina e irá acontecer no período de 14 a 23 de maio, 50 dias após a Páscoa, com celebrações na Capela Imperial Nossa Senhora do Amparo, centro da cidade. Além de apoiar o evento com todo o trabalho de logística, a Prefeitura Municipal de Diamantina cedeu a Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz para abrilhantar as festividades.   Programação: Dia 14 de maio. * 6h30 - Alvorada Festiva e Missa, logo após distribuição do Tradicional Bolo de Arroz. De 15 a 20 de maio. * 19h - Missa e Novena na Capela Imperial de Nossa Senhora do Amparo. Dia 21 de maio. * 18h30: Procissão dos Milagres - Devotos levam donativos que prometeram ao Divino pela cura de alguma enfermidade. São dádivas em cera (pernas, braços, mãos, cabeças, etc) depositadas na Capela do Amparo e que depois são fundidas e transformadas em velas de cera. O trajeto da procissão é da Catedral à Igreja do Amparo. Dia 22 de maio. *18h30: Missa, Novena e Levantamento do mastro - Procissão de fiéis com a Bandeira até a Praça do Mercado Velho, seguida de banda de música, fogos e grupos folclóricos. Sob o espocar de grandioso espetáculo pirotécnico, o mastro é erguido em honra ao Divino Espírito Santo. Dia 23 de maio, domingo. * 10 horas: Império - O Cortejo Imperial saindo da Casa da Gloria, centro, percorre as ruas de Diamantina em direção à Capela do Amparo para a missa festiva. À frente vem o Imperador e sua esposa empunhando a Bandeira do Divino, seguindo-se toda a parte religiosa e folclórica do cortejo, culminando com a Imperatriz, ricamente vestida e acompanhada da corte imperial - príncipes, damas de honra e caudatário, numa volta ao passado do Brasil colonial, época de luxo e riqueza. Durante todo o percurso do Império, a banda de música do 3º BPM/ MG toca a “Folia do Divino”, música originária de Diamantina e que já se tornou o hino oficial da festa. Corneteiros do Colégio Tiradentes, nas sacadas dos casarões, anunciam a passagem da Imperatriz. No cortejo são levadas Medalhas do Divino que, após serem bentas durante a missa, são distribuídas ao povo. * 18 horas: Procissão - O andor do Divino sai da Igreja do Amparo. Comparece novamente todo o Império juntamente com os festeiros sorteados para o ano seguinte. Após a procissão faz-se a transmissão da bandeira ao próximo Imperador. Festa do Divino Espírito Santo 2010 / Imperadores: Flávia Regina Morais e Carlos Roberto Martins Morais.
Pça. Conselheiro Mata, 11 - Cep 39100 - 000 Tel. (38) 3531 - 9220 [9172] | Logar no Portal | Webmail